Registro de ponto: servidores no ES usam papel e caneta | Entrevista

Por Anderson Pedra |
29 de julho de 2019

Entre o teletrabalho e o controle de frequência por assinatura (registro de ponto) existe alguns mecanismos para verificação da quantidade e da qualidade do trabalho desenvolvido pelos agentes públicos.

Temos que, cada vez mais, buscar metodologias para mensurar a eficiência dos serviços públicos e a atuação de seus agentes.

Nem o registro de ponto com caneta, nem a verificação da presença com biometria e nem o atingimento de meta do teletrabalho podem ser, apriorística e isoladamente, motivo de críticas ou de elogios, mas sim de largada para análise de uma verificação dos resultados efetivos que devem ser apresentados para a sociedade.

Uma pequena contribuição para o programa ES TV 2ª Edição na reportagem “Servidores públicos do ES registram o ponto com caneta em livro de papel”.

Confira a entrevista acessando o link: Servidores públicos do ES registram o ponto com caneta em livro de papel

Compartilhe essa informação